Blog

Lista de Convidados – 7 pessoas que devemos cortar

lista de convidados leva os casais a loucura! Ao longo dos preparativos do casamento vamos fazendo novas amizades, outras que desapareceram há muitos anos reaparecem, primos/tios/tias distantes voltam a ligar e a conversar… Parece que algumas pessoas tem um certo tipo de radar para casamentos. E muitas delas, nos sentimos obrigadas a convidar para o nosso grande dia.

É engraçado, tudo o que mais queremos é diminuir nossa lista de convidados, mas parece que ela só aumenta com o passar dos meses. Já escrevi aqui no blog algumas dicas de como diminuir a lista, eu sei, mas como é um assunto que aterroriza todos os casais, resolvi falar hoje sobre alguns tipos de pessoas que não devemos nos sentir na obrigação de convidar.

1) Familiares:

Não são todas as pessoas da família que somos obrigadas a colocar na nossa lista de convidados. Tios/tias/primos distantes, aqueles que não falamos há anos e que nem mandam sinal de vida não precisam ser convidados para o nosso grande dia. Devemos lembrar que nosso casamento é um momento que queremos passar com as pessoas que nos amam e que torcem por nós. Se esses parentes não mandam nem um sinal de fumaça, por que convidar?  Nosso grande dia não é uma reunião de família para chamarmos a todos. Devemos convidar apenas aqueles mais próximos, como: mãe, pai, tios/primos de primeiro grau que temos um relacionamento e que sentiríamos falta se não estivessem presentes.

2) Pessoas que nos convidaram para o casamento:

Essa é uma questão que preocupa alguns casais, mas não devemos convidar um casal só porque eles nos convidaram para o casamento deles. Nossos convidados devem fazer parte de nossa vida (falei isso ali em cima), são aqueles que estão presentes em todos os momentos importantes. Portanto, se aquele casal não entra nessas especificações, não devemos nos sentir obrigadas a convidá-los.

 kfyuiftui

Imagem via Pinterest

3) Amigos do trabalho:

Não é só porque trabalhamos com uma pessoa que devemos convidá-la para o nosso casamento. A maioria dos nossos “amigos de trabalho” só estão presentes nos momentos em que estamos trabalhando e nada mais. Se eles não estão na nossa lista de pessoas importantes e que farão falta, por que convidá-los? Para isso serve o happy hour!

4) Convidar apenas adultos:

Uma maneira de diminuir a lista de convidados é fazer o grande dia apenas para adultos.É claro que se optarmos por isso, devemos ter um cuidado especial ao avisar os pais. Muitos podem levar a mal, mas que tal mostrarmos para eles que uma noite de folga das crianças não faz mal para ninguém?

 tyutyu

Imagem via Eric Pearce Photography

5) Amigos que não falamos há anos:

Esse não é o momento para resgatarmos aquela amizade antiga, ainda mais se quisermos uma celebração pequena. Até porque estaremos tão ocupados que não poderemos dar a devida atenção a esses amigos. Então, que tal deixarmos para resgatar a amizade em outra ocasião?

6) Vizinhos:

Aqui em São Paulo não temos o costume nem de conversar com os vizinhos, imaginem de convidá-los para o casamento. Mas essa é uma necessidade que algumas pessoas, principalmente de cidades menores, sentem. Vale lembrar que, mesmo dando oi todos os dias e trocando favores, eles não são nossos melhores amigos. Pode até parecer insensível, mas nosso casamento deve reunir apenas as pessoas que marcaram a nossa vida de alguma forma e que fazem parte dela. Sim, estou mais uma vez tocando nessa tecla, mas isso é porque é muito importante!

 tyutyutyu

Imagem via SSV Photography

7) Convidados a mais:

Muitos convidados acabam pedindo se podemos abrir espaço para uma pessoa querida deles, seja namorada/o nova/o, pai ou mãe, mas temos a obrigação de liberar um convite a mais porque um ou outro convidado quer. Mais uma vez, devem estar presentes em nosso casamento quem realmente importa!!!! Claro que abrimos uma exceção para o namorado da nossa melhor amiga que vem de longe apenas para nos prestigiar.

Fonte: Casarei